A CIGANA ADORMECIDA



As pessoas que conhecem a WANDA REGINA como praticante e professora de Dança do Ventre perguntam: - Porque Dança Cigana? Porque a escolha desta modalidade?

Ao que ela responde: - Eu não escolhi: ela quem me escolheu!

Neta de espanhóis – Garcia Anunciacion - a Professora Wanda Regina sempre teve uma grande identificação com elementos da cultura cigana, em especial, da Península Ibérica. Aos oito anos tocava castanholas e dançava com pandeiro, encantada com a história da cigana egípcia Esmeralda, da história do Corcunda de Notre Dame, desenhada de maneira artística na Revista Capricho. E dançava com seu vestido de Primeira Comunhão, o único comprido e rodado que tinha.

“– A vida deixou a cigana adormecida em mim durante muito tempo: um dia ela acordou e saltou para fora... dançando!”

Wanda Regina



ORIGENS E TIPOS



Os cigano são originários da Índia –segundo os estudiosos – e espalharam-se pelo mundo em tempos imemoriais. Deixaram sua marca por onde passaram, receberam influências locais e as levaram a outros locais. Mesclaram e difundiram costumes e traços culturais.

São ágrafos – não têm escrita,não escrevem sua história - sua linguagem é ensinada oralmente dentro de seus grupos e clãs. Por isso é impossível determinar o que seria uma Dança Cigana “pura” porque esse conceito simplesmente não existe. O que dançamos é uma mescla de influências e principalmente uma recriação artística da essência da Dança Cigana.

Muitos objetos lúdicos são incorporados à dança como fitas, flores, xales, leques. Também instrumentos como snujs, castanholas e pandeiros. Os figurinos são elegantes e coloridos. Tudo remete à paixão, a alegria e a celebração